Esteja presente em suas emoções

Tempo de leitura: 2 minutos

EMOÇÕES… ASSUNTO INSTIGANTE E INTRIGANTE

Continuando o assunto da publicação anterior, mais uma vez iremos refletir sobre as EMOÇÕES. Fazemos bem em retirar o véu que nos cega, para que possamos nos DESENVOLVER e nos tornar PESSOAS MELHORES!!! Em primeiro lugar, para nós mesmos e depois para com todos a nossa volta.

Assim, recomendo que você, leitor, permaneça com suas EMOÇÕES em estado de auto-observação. Estar ciente e observar as suas próprias emoções, sem rejeitá-las ou evitá-las é extremamente importante para conseguir fazer uma leitura clara acerca do que está se passando com você, momento a momento. Estar presente significa também não se dissociar, alienar, suprimir, entorpecer as suas emoções. Significa ainda, ouvir a si mesmo.

Quando estiver na presença de sentimento de dor EMOCIONAL (tristeza, apatia) perceberá que é mais desafiador e difícil ficar presente e observar a dor e a experiência que ocorre consigo mesmo. No entanto, EVITAR sentir determinadas emoções CONDUZ-NOS A CONSEQUÊNCIAS QUE PODEM SER MUITO NEGATIVAS, ao passo que aceitar sentir as emoções permite que você possa diminuir a intensidade das mesmas, ajudando dessa forma a construir RESILIÊNCIA. Finalmente, estar presente nas suas EMOÇÕES valida o quão importante você é para si mesmo e mostra quão forte é para suportar os seus sentimentos, mesmo os mais INCÔMODOS.

Nosso passo seguinte será refletir sobre o que as emoções transmitem. Abaixo, listo os 4 pontos principais, os quais precisamos levar em consideração, sem esquecer, obviamente, que cada pessoa é única:

  1. Processo de percepção do que as EMOÇÕES transmitem.
  2. Não deduzir seu estado interno, analisá-lo.
  3. Não se limitar a reagir, e sim contextualizar os seus comportamentos.
  4. Genuinidade sentimental.

Com isto, conseguimos ter uma visão mais clara sobre as EMOÇÕES.

Na próxima publicação, buscarei detalhar os quatros pontos acima e encerraremos esta abordagem sobre EMOÇÕES. Assim, estaremos melhores preparados para as questões sobre FAMÍLIA e, neste ensejo, deixo alguns questionamentos para você refletir:

  • Como podemos viver a plenitude de nossa existência se não soubermos quem somos espiritualmente?
  • Como e o quê são nossas emoções?
  • De que forma vivemos em uma família e em uma sociedade sem termos uma visão panorâmica deste conjunto?

As respostas vêm ao encontro do PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO PESSOAL, tão necessário e importante para seguirmos em frente com objetivos melhores estruturados e conscientes.

Frank Moraes – o Coach.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *