Como a espiritualidade auxilia no seu Desenvolvimento Profissional

Tempo de leitura: 10 minutos

A exemplo do artigo como identificar e compreender a sua autoridade espiritual?“, hoje retorno com a expansão deste assunto agora voltado para os momentos difíceis que o Brasil passa, e com foco em mostrar como a espiritualidade auxilia no desenvolvimento profissional.

Assim, vamos então dissecar esta abordagem, na prática, como entender o que, e como a Espiritualidade se manifesta no dia a dia, do trabalhador, seja qual for sua atividade, mas notadamente na do empreendedor, e os resultados que serão alcançados advindos destas iniciativas.

Pois na Bíblia, encontramos suporte para o desenvolvimento profissional.

A sabedoria Bíblica é extremamente atual e verdadeira, através dela temos o caminho para o sucesso profissional, como por exemplo:

1 – Estar satisfeito no seu trabalho ou empreendimento ou na sua empresa

espiritual profissional

 

Em Eclesiastes 5:19 – A palavra diz:

 “Quanto ao homem, a quem Deus conferiu riquezas e bens, e lhe deu poder para deles comer, e receber  a sua porção (o seu lucro, o seu salário, o seu dividendo), gozar do seu trabalho: (adquirir sua casa, seu carro, realizar seus sonhos, suas metas, objetivos), isto é dom de Deus.”

Significa, que o nosso viver profissional é legítimo, saudável, justo, produz riquezas e seremos sempre bem sucedidos).

2 – A busca por aprimoramento e a ousadia constante do empreendedor

A Bíblia cita como modelo homens que foram empreendedores, sempre pautados com honestidade, como premissa de um empreendedor de sucesso

3 – Empreendimentos e as premissas da justiça

A Bíblia aborda este tópico em Provérbios 10:2 – dizendo:

“Os tesouros da impiedade de nada aproveitam; (falta de zelo, caráter, crueldade) mas a justiça os livra da morte; (ou seja, quando um empreendimento   voltado para o bem estar do povo, da sociedade em que se insere, os resultados da justiça, lhe será conferida).

Ainda sobre a iniciativa do empreendedor, em Provérbios 16:8 – a Bíblia se pronuncia assim:

“O coração do homem traça o seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos.”

Significa, que o projeto do empreendedor, deve estar subordinado a direção de Deus, mas perguntariam como? Simples, quando alguma iniciativa está debaixo da autoridade da Palavra de Deus que vela para que se cumpra, não haverá imprevistos, erros, acidentes, cálculos errados, prejuízos, insucesso e toda e qualquer sorte de imprevistos.

4- Todo empreendimento tem um investimento

espiritual profissional

Seja por recursos próprios, seja por financiamento, mas se nenhuma destas fontes é legítima, vejamos o que a Bíblia fala a este respeito.

Em Provérbios 20:17 – ela diz:  

“Suave é ao homem o ganho por fraude, mas depois a sua boca se encherá de pedrinhas de areia.”

Vejam o que alguns empreendedores, empresários, autoridades no Brasil estão passando, quiçá no mundo; suas bocas cheias de pedrinhas de areia.

Então, a Bíblia é perfeita e sua existencialidade é indispensável espiritualmente, sem estarmos praticando nenhum rito ou comportamento religioso, mas apenas existindo como espirituais ao comportarmo-nos como tal, através da palavra.

5 – Todo empreendedor ou empreendimento deve estar atento às oportunidades

E novamente, já há mais de 2000 anos atrás isto era um fato.

Como nos apresenta a Bíblia em Atos 18: 1-3 dizendo:  

“Depois disto, deixando Paulo Atenas, partiu para Corinto. Lá encontrou certo judeu chamado Áquila, natural de Ponto recentemente chegado da Itália, com Priscila sua mulher, em vista de ter Cláudio decretado que todos os judeus se retirassem de Roma.

Paulo aproximou-se deles. E posto que eram do mesmo ofício (profissão), passou a morar com eles, e trabalhavam; pois a profissão deles era fazer tendas” .  

Vejam novamente, quando  falamos de oportunidades, empreendedorismo, e outras iniciativas, estas já eram vividas e praticadas há milênios.

Daí, porque a nossa vida espiritual, é um fato também na vida profissional. Ou seja não importa o que fazemos há um espírito em nós se movendo e nos movendo de forma espantosamente cheio de sabedoria, factual e pragmática.

6 – Um bom empreendedor tem a sua vida e negócios alicerçados sobre a Rocha, significa solidez, perenidade

E a Bíblia, vem e faz uma analogia, pois para ser semelhante a Deus, deve-se obedecê-lo, ser orientado por sua palavra e em Lucas 6:46-49, quando diz:  

“É semelhante a um homem que edificando uma casa, cavou, abriu profunda vala e lançou alicerce sobre a rocha; e, vindo a enchente, arrojou-se o rio contra aquela casa, e não pode abalar, por ter sido bem construída”.

“Mas o que ouve e não pratica é semelhante a um homem que edificou uma casa sobre a terra sem alicerces, e arrojando-se o rio contra ela, logo desabou; e aconteceu que foi grande a ruína daquela casa.”

Veja, você empreendedor, empresário, profissional liberal pessoal, que o que acontece hoje não é diferente.

Dezenas de empreendimentos que desabam a par de toda uma tecnologia de ponta, materiais sofisticados, mão de obra qualificada, mas permanecemos com estes acontecimentos já anunciados de forma preventiva, há 2000 anos atrás.

Como percebes, o homem por não saber, não ser instruído quanto a sua vida espiritual não sabe como conduzir sua vida hoje

E neste caso aqui, voltamo-nos como foi acima anunciado para o empreendedorismo, e as religiões não tem no seus pronunciamentos ensinamentos de forma que possamos viver a plenitude de uma vida profissional saudável.

Pois, no exemplo acima, está a ética praticada e não praticada, a sabedoria praticada e não praticada e o conhecimento praticado e não praticado.

Portanto reflitamos um pouco mais racionalmente sobre nossa espiritualidade como um modo de vida, também no profissional.

7 – Um empreendedor bem sucedido não tem medo de assumir riscos

espiritual profissional

Ele faz uma análise sensata, técnica, mensurando sua capacidade de administrar os riscos, até invisíveis do seu empreendimento, sem entretanto, ser negativo, pelo contrário mostra-se seguro, positivo, e vai adiante.

Porque a Bíblia aborda este panorama com a seguinte palavra:  

“Porque pela graça que me foi dada, (ou seja Deus já te abençoou, não precisa de fazer nada, pagar promessas, rudimentos, sacrifícios, rituais, nada absolutamente nada), digo a cada um de voz que não pense de si mesmo, além do que convém, antes, pense com moderação segundo a medida da fé que Deus repartiu a cada um; ( Romanos 12:3)  

Vejam, até a fé é um Dom que te foi dado, de forma repartida, ou seja todos a temos só precisamos ser informados através da liberação do conhecimento da mesma e ao crê nela (a fé) esta se manifestará, ou seja proporcionará tudo que você precisa.

E porque o empreendedor não deve ter medo, porque em 1a João 4:16, Ele o Senhor, disse:

“E nós conhecemos e cremos o amor que Deus nos tem. Deus é amor, e aquele que permanece no amor, permanece em Deus, e Deus nele.”

É você portanto  um ser espiritual, não precisa de religiões mas de exercitar a sua espiritualidade, que já está em você. Quer ver? Por isso que esta verdade é indiscutível.

8 –  O Bom empreendedor deve planejar, agir com estratégia, estudar o caminho por onde seguir.

Não faça nada por impulso, coloque tudo sempre nas mãos de Deus, pois Ele vive dentro de você, de forma confiante, por isso você é espiritual.

E novamente todas as recomendações já estavam lá, há mais de 2000 anos dC; entende porque você precisa se desenvolver como ser espiritual que é.

Vamos ver se isto é verdade? Em Lucas 14: 28,31 a palavra diz assim:

“Pois, qual de vós, pretendendo construir uma torre, não se assenta primeiro para calcular a despesa e verificar se tem os meios para a concluir? – V. 31 –  Ou, qual é o rei que, indo para combater outro rei, não se assenta primeiro para calcular se com dez mil homens poderá enfrentar o que vem contra ele com vinte mil?”

Então aqui está a prova de que planejar, agir com inteligência,  etc, fazem parte da vida do homem Espiritual e vocês precisam tomar posse destes poderes, competências, capacidade, talento, dons, tudo já está em você.

E tem mais, Ele nos deu a segurança total quando disse, em Filipenses 2:13:

“Porque Deus efetua  em vós, tanto o querer  como o realizar, segundo sua boa vontade;”

Precisa apenas aprender a desenvolvê-los, vê porque criei o Método EFP de Desenvolvimento e Pessoas e estamos simplesmente há mais de 10 minutos, explicando a consistência do E do método, ou seja é pragmático, real, indiscutivelmente verdadeiro.

7 – Muitos Empreendedores quebram

Não se administram, escolhem mal seus sócios, seus parceiros. Não sabem valorizar os bons funcionários. Misturam suas finanças pessoais com as da empresa.

Não controlam os gastos. Seja criativo, inove desenvolva idéias novas e soluções novas para problemas antigos.

Mas como comprovar que tudo e todos somos espirituais à luz destas assertivas?

Porque tudo está pronto a exatos 2016 anos, só houve atualizações e desenvolvimento culturais e novas descobertas mas os princípios são os mesmos.

Ou seja espirituais e lá em Amós 3:3, a palavra já previa qual perfil de sócios parceiros você deveria ter quando disse:

“Andarão dois juntos, se não houver entre eles acordo;” dado a sucumbência da carne, ou seja sua fragilidade.

Em Jeremias 17:5, de novo nos alertou, dizendo: Assim diz o Senhor:

“Maldito o homem que confia no homem, faz da carne mortal o seu braço,e aparta seu coração do Senhor”.

Vamos “traduzir” isso aqui pois é pesado:

Você se associa a pessoas inadequadas com seu projeto como poderá prosperar se nunca há acordo, concordância.

Você confia numa pessoa para um empreendimento, sem antes orar, consultar o Senhor, pedir um sinal de que está no caminho certo.

Ele que é onipresente, está vivo ontem, hoje e sempre, então tem todas as respostas antes de que elas aconteçam.

Agora vejam esta pérola:

Em Provérbios 3:13,14 e 19:2, o Senhor deixou-nos esta herança:

“Feliz o homem que acha sabedoria, e o homem que adquire conhecimento; porque melhor é o lucro que ela dá do que a prata; não é bom proceder sem refletir,e peca quem é precipitado.”

Então todos somos e estamos debaixo de uma existência Espiritual ou não?

E diante destas incontestáveis provas eternas poderá o homem prosperar sem o conhecimento de si próprio espiritual, e como aplicar tal na sua vida prática?

Claro que não!

Assim, concluo para edificação de milhares de empreendedores/empresários, garantido-lhes que nestas práticas há libertação de jugo pelo conhecimento que liberta, ou seja,  vida espiritual vivida de acordo com o que o criador dela, predestinou, justificou e te salvou.

E parodiando o Paulo Vieira, no seu livro “Fator de enriquecimento”, capítulo 4, as 5 condutas de riqueza, ele prefaciou-o colocando:

“Ordene aos que são ricos no presente mundo que não sejam arrogantes, nem ponham sua esperança na incerteza da riqueza, mas em Deus, que tudo nos provê ricamente, para nossa satisfação.” (1a Timóteo 6:17)

Espero que o Blog tenha sido definitivo no seu desenvolvimento.

Forte abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *