7 dicas para reduzir o stress no trabalho

Tempo de leitura: 4 minutos

Muito embora o título deste artigo viva muito na pauta do dia a dia dos tempos modernos,  um dos grandes mestres de Roberto Shinyashiki, a quem muito admiro, é o mestre indiano Osho, uma vez disse:

“A verdadeira pergunta não é se existe vida após a morte. A verdadeira pergunta é se você viveu antes de morrer”. (Osho)

Mas que tem isso haver com redução do stress no trabalho?

A frase do Osho, claro que nos leva a reflexões e algumas  delas é:

  • Será que, uso meu tempo de forma inteligente?
  • Será que estou no controle e gestão de minhas emoções?
  • Será que estou elencando os meus valores de vida de forma adequada?

Hoje vou dar 7 dicas para você reduzir o stress no trabalho.

Se você tem esse problema, ele perturba você diariamente, tenho certeza que esse artigo irá ajudá-lo.

Anote aí:

Primeira dica: Organize seus afazeres

Dispense efetivamente as atividades com baixo rendimento, o retrabalho.

Pensar que há outras formas de executar as tarefas de maneira eficaz, em menos tempo e de forma prazeiroza irá aliviar o seu stress.

É preciso ter uma organização periódica do seus afazeres, para que possa detectar o que está lhe incomodando, o que pode ser mudado, e criar alternativas mais prazerosas.

Segunda dica: Seja seletivo

Nem sempre fazer muitas coisas é sinal de produtividade.

Concentre-se no que é importante, nas suas prioridades. Tenha foco no que deve ser feito e se sentirá menos estressado.

Terceira dica: Priorize um tempo para você

É fácil se afogar em um mar de reclamações do estilo “não tenho tempo”, e o segredo para não se sentir atropelado é lembrar-se que falta de tempo é na verdade falta de prioridades.

Defina como prioridade um tempo para você!

O seu corpo é o seu templo, cuide dele como merece. Ele merece seu tempo.

Destine sua dedicação também a ele e verás reduzir a sua ansiedade e, consequentemente, o stress.

Leia também: 18 situações que geram ansiedade (e como contorná-las)

Quarta dica: Reflita sobre suas ações em tempo real

O autor Guilherme de Ockham já dizia no século doze:

“É inútil fazer com mais quando se pode fazer com menos”

Então, reflita em tempo real sobre suas ações, não será fácil trabalhar para alcançar uma nova mentalidade quebrar seus paradigmas de achismos, mas valerá a pena, pois o stress, irá para cada vez mais longe.

Leia também: Como começar a quebrar paradigmas em sua vida?

Quinta dica: O mais estressante vem primeiro

Estar ocupado é frequentemente pretexto para evitar ações criticamente importantes, porém bastantes desconfortáveis.

Evite deixar o trabalho mais “estressante” por último. Dedicando o início do seu dia, que é quando você está mais disposto, mais energético, para resolver problemas de maior urgência irão tornar o seu dia significativamente mais leve.

Sexta dica: No trabalho, deixe de lado as redes sociais

 Se na verdade, você quiser reduzir o stress no mundo corporativo, considerando que você não descola de suas redes sociais ou do celular, você está fazendo isso errado!

Além de reduzir significativamente sua produtividade, esse mau hábito faz com que você fique “sem tempo” para as coisas que realmente importante para você, pessoalmente, e para resolver urgências ou gerar soluções para tornar o seu trabalho mais agradável.

Deixe o celular no silencioso. Separe um tempo para checar as redes sociais no intervalo para o almoço, ou só ao final do dia.

Com certeza você verá uma mudança, mesmo que indireta, nas suas emoções durante o dia. E emoções aqui, me refiro inclusive aos desgastes emocionais que gerarão seu stress futuro.

e a última, mas não menos importante:

Sétima dica: reflita sobre a Lei de Parkinson

Uma das causas do stress é pensar, uma vez que temos 8 horas para nos ocupar, preenchemos 8 horas. Se tivéssemos 15, preencheríamos as 15.

Se tivéssemos uma emergência e precisássemos sair do trabalho em 2 horas, mas com prazos a serem cumpridos, milagrosamente completaríamos todo o trabalho nessas duas horas.

Isto tudo está relacionado a uma Lei que me foi apresentada, a Lei de Parkinson, que diz que uma tarefa aumentará de importância e de complexidade em relação ao tempo alocado para sua realização.

Encerro este artigo recomendando: saia do vício da rotina e critique sua própria performance. Só assim você dirá Adeus ao STRESS perturbador.

Você verá que ele nunca existiu, era preciso apenas arrumar a sua casa, VOCÊ.

Qualquer dúvida ou se tiver alguma dica que gostaria de compartilhar, escreva nos comentários. Será um prazer ter sua percepção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *