Pragmatismo

Tempo de leitura: 2 minutos

Hoje minha postagem é uma decorrência dos três anteriores, por quê?

Porque temos abordado sobre o CONHECIMENTO que nos dá a condição de fazer escolhas, as quais, consequentemente, promovem MUDANÇAS acompanhadas de DÚVIDAS inesperadas…

Nas doses anteriores, constam orientações para gerenciar esses pontos… Assim, agora que temos consciência sobre os principais ingredientes, com os quais devidamente processados, podemos conseguir atingir nossas metas, objetivos e sonhos, deparamo-nos com a palavra PRAGMATISMO, a fim de que sejamos PRAGMÁTICOS.

Atualmente, esta palavra está muito em voga. Escutamos algumas frases de efeito, tais como:

“DEVEMOS SER PRAGMÁTICOS”

“ESSE É O ANO DO PRAGMATISMO”,

“DESENVOLVEDOR BOM É O DESENVOLVEDOR PRAGMÁTICO”

E assim por diante… Ou seja, a palavra é, por diversas vezes, repetida na mídia, contudo, para praticá-la precisamos conhecê-la!!! Afinal de contas, Ele disse: “Conhecereis a verdade e esta te libertará” (João 8:32, Bíblia).

Então… O que significa realmente ser PRAGMÁTICO ou o que vem a ser a palavra PRAGMATISMO?

Pesquisando um pouco, achei na WIKIPÉDIA o trecho abaixo neste link http://pt.wikipedia.org/wiki/Pragmatismo:

O pragmatismo constitui uma escola de filosofia, com origens nos Estados Unidos da América, caracterizada pela descrença no fatalismo e pela certeza de que só a ação humana, movida pela inteligência e pela energia, pode alterar os limites da condição humana.

Este paradigma filosófico caracteriza-se, pois, pela ênfase dada as consequências/utilidade e sentido prático, como componentes vitais da verdade.

O pragmatismo aborda o conceito de que o sentido de tudo está na utilidade ou efeito prático que qualquer ato, objeto ou proposição possa ser capaz de gerar. Uma pessoa pragmática vive mais pela lógica, do que pelas ideias e atos de qualquer pessoa, pois somente são verdadeiros os que servem à solução imediata de seus problemas. Nesse caso, toma-se a VERDADE pelo que é útil naquele exato momento, sem consequências.

Não satisfeito, fui ao dicionário fazer nova pesquisa porque, afirmo-lhes, não adianta começar o ano fazendo escolhas, adquirir conhecimentos, promover as mudanças, eliminar as dúvidas, possuir determinação, se não praticá-las com rigor ascético.

Assim, verifiquei no dicionário que PRAGMATISMO é identificado como uma doutrina filosófica que se baseia na verdade do valor prático.

Vou tentar ser prático (ou melhor, pragmático) e trocar em miúdos: Podemos, então, dizer que uma pessoa pragmática é aquela que resolve as coisas de uma maneira ágil, que enxerga mais soluções que impedimentos. Ela é mais direta no trato das coisas reais.

Isso, claro, não significa que essa pessoa seja superficial. Não podemos confundir uma pessoa pragmática com uma pessoa reativa, pois a meu ver, reativa é a pessoa que dá a resposta de uma maneira imediata, não pensa muito nas consequências dos seus atos.

Finalmente, o processo de coaching, irá ajudá-lo a sere pragmático ao pé da letra, com alto grau de assertividade.

Comentários

comentários

1 Comentário


  1. Pela primeira vez vi de forma tão clara,
    uma explicação para uma palavra tão simples. Por que existem pessoas como você é que nos tornamos mais cultos a cada dia.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *